Tenho andado sumida mas também tenho rodado o mundo como nunca fiz. Se sumir é ruim – eu acho, pelo menos… -, voltar é muito bom. Principalmente quando se está cheia de novidades. Como recompensa por estes dias de ausência, trago minhas impressões sobre Paris. Sim, Paris nos preparativos para o Natal . Paris fria, sedutora, maravilhosa. A Paris que encontrei e que, durante quatro maravilhosos dias – e noites -, me proporcionou o prazer que faltava para encarar este final de ano. Aqui vão alguns programinhas que recomendo para qualquer pessoa que queira passar bem – e que acredita que mereça se dar um belo presente como esse!

Chá no Angelina – se a cintura permitir, um chocolate quente
Comprar livros na La Hune, Saint Germain
Tomar depois um copo de Beaujolais, simples assim, no Café Flore
Visitar a mostra – maravilhosa – de Jean Michel Basquiat, no Museu de Arte Moderna
Almoçar no Ladurée, rue Royale – e aproveitar para comprar macarrons sem ficar na fila
Fazer a cor do cabelo no Cristophe Robin, numa suíte do hotel Le Meurice – o melhor colorista do mundo
Fazer comprinhas descompromissadas na Colette
Comer croissants no café da manhã – com manteiga – em qualquer café da esquina
Passear pelas ruas do Marais, dar um rolê na Merci – e almoçar na Rose Bakery, super natureba
Passear pela rue de Grenelle – e comprar perfumes no Robert Maille
Se perder no Palais Royal
E, se der, jantar no Ami Louis.
Acho que pra quatro dias tá bom, não?